sábado, 25 de junho de 2011

Férias 2010 - vigésimo sexto dia


Primeiro dia que me atrevi a ir a outra cidade, sozinha e de ônibus. E achei muito bom!!!
Pena já não haver mais tempo para repetir a dose...
Destino: Fátima.
Há um painel onde podemos controlar os ônibus, na rodoviária.
Desci na rodoviária de Fátima e fui caminhando, tentando achar o monumento.
Achei que olhando um pouco, por cima, veria alguma construção que me indicaria a direção a seguir, mas não...acabei chegando por causa das placas e informações que me deram.
E lá é tudo muito grande!
Fui um dia depois do aniversário da última aparição de Fátima aos três pastorzinhos (13/10/1917).

Adorei uma cruz bem alta e estilizada que há.
E perto dela, há uma estátua de João Paulo II.


A igreja principal também é muito bonita. Lá dentro há o túmulo das crianças, que podemos ver seguindo determinado percurso, dentro da igreja.
















Mas antes de chegar à igreja, pelo caminho, há uma trilha reservada para pagamento de promessas, uma outra capela, onde estava sendo rezada uma missa, e mais outros monumentos.


                                    Mulher pagando promessa ajoelhada



E, de volta ao início do caminho, lá perto da cruz que gostei, descendo umas escadas, há mais capelas e exposições.





                                 Terço de Jacinto Marto


Tentei andar por tudo lá (espero ter conseguido). Nos arredores há, ainda, um pedaço do muro de Berlim, paineis falando sobre as aparições e os pastorzinhos e lojinhas.




Voltei para a rodoviária, comprei a passagem de volta e fui ver o Museu de cera, que tinha visto, antes, a indicação numa placa.
Minha primeira vez num museu assim e achei bem legal! Principalmente por ir contando a história das aparições.



Deu pra ver que aquelas crianças sofreram, pois não acreditavam nelas.
Voltei para Lisboa. Viagem muito boa!
Na saída da rodoviária, uma senhora assando castanhas na rua, para vender.
De noite, fomos ver o Cirque du Soleil, com o espetáculo Os saltimbancos.
Sou apaixonada pelo trabalho deles!
Infelizmente não levei máquina, pois fiquei com receio de não permitirem sua entrada.
De qualquer forma, é proibido tirar fotos durante o show.
Maravilhoso como sempre!
Bem colorido (minha mãe ia amar!), números de tirar o fôlego, outros de superação de limites...emocionante!

Este foi meu vigésimo sexto dia em Portugal.

Um comentário:

  1. Passeio interessante! Pena que a viagem já está quase no final.

    ResponderExcluir

Este comentário passa por moderação da autora do blog